Guia de Compra: Organizar Eficazmente o Seu Posto de Trabalho

Guia de Compra: Organizar Eficazmente o Seu Posto de Trabalho
Partilhar:

Em média, um trabalhador de escritório está sentado mais de 7h30 por dia, com consequências físicas que variam de simples dores passageiras a distúrbios musculoesqueléticos. Por este motivo, a boa organização do seu posto de trabalho é uma medida de prevenção fundamental, que permite melhorar significativamente o conforto dos trabalhadores.

Libertar os movimentos no dia a dia

Para seguir os princípios da ergonomia, a regra básica consiste em dar ao corpo a máxima liberdade de movimentos possível, para responder às necessidades do nosso organismo em termos fisiológicos. Essa regra também é válida para quem desempenha trabalhos de escritório, sendo primordial variar as posições ao longo do dia ou, no mínimo, levantar-se regularmente e caminhar alguns passos. Em qualquer caso, o equipamento de escritório pode proporcionar benefícios reais às equipas em termos de conforto, capacidade de concentração e prevenção da fadiga.

Regras simples para uma boa postura

Para quem trabalha num escritório, o pescoço, as costas e as articulações são zonas do corpo particularmente expostas. Para aliviar essas zonas sensíveis, a secretária deve estar organizada e adaptada de acordo com alguns critérios específicos. Ao nível da cabeça, os olhos devem estar posicionados 2 a 3 centímetros acima do ecrã, de modo a limitar a exposição dos olhos à luz artificial e, ao mesmo tempo, limitar a inclinação do pescoço.

Existem inúmeros acessórios que permitem colocar o ecrã numa posição ideal, através de um suporte fixo ou articulado. A altura do assento é também um fator importante na prevenção de dores. Em todos os casos, os pés devem estar sempre assentes no chão. Se a morfologia do trabalhador não permitir esta postura, deverá ser usado um apoio de pés para aliviar a parte inferior das costas e as articulações dos joelhos. Este acessório permite ainda evitar posturas demasiado inclinadas para a frente, que solicitam mais as costas ao nível das vértebras lombares. Para ajudar o movimento sem perturbar o trabalho, uma base rotativa para ecrã pode ser uma solução útil. Permite, além disso, facilitar o trabalho em equipa e evitar contorções.

Acessórios ergonómicos para prevenir riscos

A médio prazo, o trabalho ao computador pode provocar o surgimento de dores ao nível dos pulsos e dos braços. Essas dores não devem ser negligenciadas, já que podem ser um sinal de distúrbios musculoesqueléticos (DME). Esses distúrbios representam 9 em cada 10 casos de doenças profissionais e podem degenerar em doença crónica. Para prevenir estas situações, têm sido concebidos equipamentos que proporcionam maior conforto às pessoas e limitam os esforços das partes do corpo mais solicitadas. Entre estes equipamentos, incluem-se, por exemplo, os apoios de pulsos, cujo efeito é reconhecido na prevenção da síndrome do canal cárpico. O rato de computador ergonómico é outro exemplo de um equipamento que é utilizado intensivamente e que tem como objetivo aliviar a pressão que é exercida sobre o pulso. Concebido com uma configuração vertical, oferece ao pulso uma posição mais natural e um conforto significativo.

Organizar o seu posto de trabalho para reduzir a fadiga

A posição de trabalho é um dos fatores responsáveis pela fadiga dos trabalhadores, embora não seja o único fator que devemos ter em conta. Uma análise mais aprofundada sobre a acústica do espaço de escritório e as possibilidades de arrumação poderá contribuir significativamente para a prevenção do stress. Já foram desenvolvidas muitas soluções para melhorar o conforto e a ergonomia do posto de trabalho: instalação de suportes de ecrã com gavetas integradas, móveis de arrumação adaptados ou, ainda, organização dos espaços no sentido de dar mais privacidade individual aos trabalhadores. Os especialistas em ergonomia recomendam também uma reorganização dos espaços de arquivamento ou arrumação, de modo que fiquem mais afastados das secretárias, para incentivar as pessoas a levantarem-se e a caminharem mais frequentemente ao longo do dia. Em matéria de ergonomia, por vezes são os mais pequenos detalhes que fazem a diferença e que permitem tornar a vida profissional das pessoas mais agradável, tanto para o corpo, como para a mente, o que é obviamente um factor positivo.

White paper

Racionalize o seu portfólio de fornecedores

A Nossa Newsletter

Fique a par de todas as novidades