Como Minimizar a Dificuldade das Tarefas Num Armazém ou Complexo Industrial?

Como Minimizar a Dificuldade das Tarefas Num Armazém ou Complexo Industrial?
Partilhar:

Um armazém deve ser concebido de modo a permitir e facilitar a acessibilidade e o trabalho das pessoas com deficiência ou incapacidade. Mas não só.

Alain Roncière, Responsável pelo Departamento de Higiene, Segurança e Ambiente da Manutan, acolheu-nos numa visita às instalações do novo centro europeu do Grupo em Gonesse: uma área de 41.000 m2 dividida em 7 zonas, 5 das quais ocupadas por racks e reservas, e uma situada na extremidade do edifício onde está instalada uma cadeia mecanizada de preparação de encomendas. Mostra-nos as principais medidas implementadas para a adaptação dos postos de trabalho em termos de ergonomia e conforto para os utilizadores com incapacidade.

«A título de exemplo, todas as zonas de circulação a pé têm uma largura de 1,20 m (fora as passagens entre duas zonas), permitindo a passagem simultânea de uma pessoa a pé e outra pessoa em cadeira de rodas», refere. Acompanhamo-lo até à instalação de reacondicionamento, remodelada para acolher um operador deficiente (ver foto ao lado). «A função exercida neste posto de trabalho consiste em reacondicionar em unidades de venda os produtos que vêm embalados em grandes quantidades.»

Facilitar as operações

O posto adaptado comporta vários equipamentos destinados a melhorar o conforto do operador (tapete antifadigacadeira ergonómica e máquina de colagem semiautomática) e eliminar o esforço no manuseamento de cargas (através de mesa elevadora ou porta paletes de grande elevação). 80% das remodelações do posto foram feitas com produtos comercializados pela Manutan (ver produtos ao lado).

Os custos relativos à compra e instalação dos equipamentos foram suportados pela AGEFIPH, organismo público que tem por missão promover a inserção profissional e a manutenção do emprego para pessoas deficientes em empresas privadas.

Para beneficiar desse apoio, as empresas que empregam mais de 20 trabalhadores devem recrutar um número de pessoas com deficiência correspondente a 6% do seu efetivo de trabalhadores.

Abaixo dessa percentagem, as empresas pagam uma contribuição cujo montante varia em função da sua dimensão e do resultado das medidas por si introduzidas a favor dos trabalhadores deficientes. «Temos cerca de 4% de trabalhadores com deficiência ou incapacidade e desenvolvemos há já muito tempo uma política de prevenção de riscos para a saúde e segurança dos nossos colaboradores, em particular os que trabalham no nosso departamento de logística.»

Mediante pedido, distribuímos cintas lombares aos nossos trabalhadores e desenvolvemos uma campanha de sensibilização permanente para os procedimentos corretos, através, nomeadamente, de vídeos didáticos acessíveis a todos. Os trabalhadores sujeitos a limitações por ordem da medicina do trabalho (manuseamento de cargas, condução de equipamentos de manutenção, etc.) podem, ao longo da sua carreira, evoluir para funções diferentes, seja em departamentos administrativos, seja na plataforma dedicada às encomendas de «pequenos volumes».

O posto adaptado de Seddik

Um exemplo concreto do nosso esforço de melhoria contínua.

Seddik Kechit trabalha na Manutan há mais de 13 anos. Começou a desempenhar funções como embalador no departamento de trânsito e exportação. Após vários anos a carregar e manusear cargas diariamente, começou a ter dores recorrentes e está neste momento numa situação de incapacidade parcial.

Foi transferido para a secção de reacondicionamento, um posto onde são processados e reembalados em lotes ou a granel produtos de pequenas dimensões (artigos de papelaria, utensílios, consumíveis diversos). A transferência para este novo posto mudou radicalmente a vida deste trabalhador. Seddik dispõe atualmente de um posto de trabalho adaptado: os produtos em palete são colocados numa mesa elevadora, que transfere as embalagens para a bancada de trabalho.

No mesmo plano contíguo, existe uma máquina de colagem semiautomática ao lado da qual um porta-paletes de altura elevada permite transferir as paletes ou a caixa para o seu destino de arrumação.

White paper

Racionalize o seu portfólio de fornecedores

A Nossa Newsletter

Fique a par de todas as novidades